Invente, tente, tenha um outono-inverno diferente!

June 7, 2019

(Não vejo problema algum quando se escolhe vestir preto quase que o tempo inteiro durante o outono e o inverno. Mas aqui estou falando de escolha com intenção e voltarei nesse tema um pouco mais pra frente. Guarde esta ideia, por favor ;)

 

A indústria da moda produz, sem sombra de dúvidas, muito mais casacos escuros do que de tons vibrantes. Mas hoje quero falar do incômodo que muita gente sente ao vestir preto e cores escuras durante a época mais fria do ano. Sabe aquele papo: “só me visto de preto no inverno”? Você se sente assim de vez em quando? Então pega um cafezinho ou um chá e siga aqui comigo.

 

 

 

 

Se você leu meu post anterior já sacou que sou colorida por natureza. Mas é aquela coisa: casa de ferreiro, espeto de pau. Cheguei aqui em Londres três anos atrás achando que sabia me vestir no inverno e descobri que eu não sabia era de nada. O frio era tanto que no início eu usava duas calças, cachecol, gorro, luvas, meu casaco mais quente e não adiantava. Resolvi comprar um casaco que parecia mais quentinho e que com certeza ajudou, mas ainda não era a escolha certeira (assunto para outro post). A cor dele era um azul meio jeans e pensei na época que seria legal porque combinava com tudo e, assim, poderia tentar sair sempre com ele e ir adicionando cores mais alegres em outras peças de roupa. Mas os dias foram passando, o frio não ia embora e voltei para minha zona de conforto: me refugiei no pretinho básico. Quem nunca?

 

A gente tende a se esconder no preto mesmo durante inverno. Penso eu que faz super sentido se considerarmos que o preto representa a ausência total de luz. Durante essa época de frio, temos menos claridade lá fora e, por consequência, nos sentimos naturalmente com menos energia e brilho. Também acredito que as cores transmitem nossas emoções como ninguém, de verdade. Então também faz sentido ‘se fechar’ nas cores e não sair dos tons mais invernais. Mas se eu contar que - por experiência própria - colocar cor na roupa entre junho e setembro pode fazer você sentir melhor, você acredita? Sim, as cores têm esse poder porque elas nos dão carta ‘branca’ (perdão pelo trocadilho) para criarmos a realidade que quisermos. Elas podem trazer o melhor de você à tona e te fazer brilhar em meio a um céu cinzento.

 

Aqui em Londres os dias ficam curtos durante o inverno, curtos mesmo. Amanhece perto das oito da manhã e anoitece por volta das três e meia da tarde. E sofri muito no começo com a ausência de luz. Ainda sofro. E minha ideia para deixar meus dias mais animados e divertidos foi me desafiar a usar o máximo de cores vivas que eu pudesse. “Mas Pati, quais cores coloco na minha vida para colorir meu inverno?”. Primeiro devo dizer que tinha um conhecimento nas mãos que foi um divisor de águas na minha vida (se você não entendeu, leia meu post anterior aqui). Eu sabia qual era minha cartela de cores e, portanto, quais cores estavam a meu favor.

 

Agora uma pausa para os comerciais: se você não sabe a sua cartela de cores e mora em São Paulo, aproveite que as meninas da Assinatura de Estilo farão um dia de análise de coloração pessoal presencial e você pode adentrar essa nova estação geladinha (que começa em menos de quinze dias) sabendo qual é a sua cartela e quais cores mais combinam com você - clique aqui para saber mais e se inscrever!

 

Pedi para vocês guardarem a palavra intenção que voltaria nela, então aqui vou eu. Uma vez, lendo uma newsletter da Felicitas Piñeiro, me deparei com uma frase dela que diz o seguinte: não existe emoção sem cor (nem cor sem emoção). Isso fez tanto sentido para mim. Se pensarmos que a gente coloca cor na nossa vida como forma de expressão pessoal, que tal - todos os dias - escolher aquela que vai te colocar em um lugar gostosinho, alegre e acolhedor? De quebra você vai se vestir de você mesma e ainda exercitar sua criatividade. Prometo.

 

Caso tenha dificuldade em montar looks mais coloridos no inverno, quero te dar 3 dicas:

 

  1. Descubra sua cartela de cores. Quando você souber quais cores harmonizam com seu rosto fica mais fácil saber qual xale colocar em cima do casaco preto para criar uma nova realidade. Lembrando, novamente, que se você está em São Paulo, você pode se inscrever para fazer sua Análise de Coloração Pessoal presencial com as meninas da Assinatura de Estilo que vai rolar no dia 13/06 clicando aqui.

  2. Se for assustador botar cor no look, comece pelo que chamamos de ponto de cor. Você pode jogar um batonzão roxo e estar toda de preto, por exemplo. Ou colocar um sapato laranja (sou obcecada, eu sei) em cima de um modelito monocromático.

  3. Use o Pinterest a seu favor. Sempre busque referências para exercitar a sua criatividade. As meninas da Assinatura de Estilo têm uma pasta incrível para você se inspirar, clique aqui e divirta-se!

 

Pode ser que sua intenção do dia seja colocar um preto e tudo bem. Eu mesma faço isso quando boto para fora aquela ‘inhaca’ interna que estou sentindo durante o inverno (mas tenho preto da minha cartela e isso ajuda muito). Mas assim que o sol estiver brilhando mais, ou que a temperatura subir um pouquinho - que acontece bastante no Brasil durante o inverno - coloque o que você está sentindo para fora em forma de cor. Invente, tente, tenha um outono-inverno diferente!


E depois vem contar para a gente o que você sentiu, vamos adorar trocar com você.

 

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Posts Recentes

December 13, 2019

November 22, 2019

November 1, 2019

Please reload

Arquivo