Desintoxicando o Guarda-roupa

August 21, 2017

Com o seu Guia de Assinatura de Estilo em mãos, partimos para o detox do seu guarda-roupa.

 

 

Isso significa que vamos tirar da sua frente tudo aquilo que já não cabe mais no seu corpo, na sua vida/rotina, o que já está velhinho, usado demais e o que não está em linha com as mensagens que você quer comunicar.

 

Isso não significa que vamos fazer como os programa de TV que vemos por aí e tacar fogo nas suas peças. Nem que vamos perguntar onde você estava com a cabeça quando comprou determinada peça de roupa. A gente vai avaliar, juntas, peça por peça que estiver no seu guarda-roupas e juntas vamos também tomar decisões com relação a ela: se é o caso de ficar ou de sair e, se ela for sair, qual será o destino dela: doação, venda ou conserto.

 

Sim, porque não é só de """erros""" que se faz um detox do guarda-roupa. Muitas vezes uma peça que acaba saindo já foi muito útil na vida, ela só não tem mais a ver com o momento da cliente está passando. Também acontece muito da cliente ter investido uma grana numa peça cara, de grife e/ou de boa qualidade e que acabou não usando (por mil motivos: porque engravidou, porque emagreceu, porque teve alguma mudança drástica na vida que acabou mudando seu estilo pessoal e seu modo de ver as coisas... não importa. Fato é que com olhar crítico dá pra ganhar uma graninha e diminuir o prejú de ter uma peça bacana encostada no guarda-roupas).

 

Acontece também de termos alguma peça que não está sendo usada porque está comprida demais - e uma simples barra resolveria essa questão. Ou você não gosta dos botões (ou do zíper). Então, antes de comprar algo para substituir essa peça, que tal tentar mandar pra costureira e fazer esse ajuste simples (e barato)?

 

 

E antes que alguém diga que depois do detox não sobra nada, a gente já vai avisando: sobra sim, principalmente porque as roupas que vão para ajustes acabam voltando - algumas vão para a costureira, outras para lavanderia...  tanto isso é verdade que existem clientes que não passam pela etapa de experiência em lojas e pulam direto para a etapa de looks. Mas isso a gente explica melhor na semana que vem.

 

E esse exercício de desapegar do que você não usa mais e do que não te ajuda em nada faz uma baita diferença na hora de você se vestir, pois tirar da frente o que está atravancando o fluxo te permite visualizar 100% do que você tem disponível.

 

Por isso que é tão importante fazer o detox e manter o seu guarda-roupas com uma rotina de desapego (seja semestral, seja anual, o que for melhor pra você), pois toda vez que seu guarda-roupas começar a lotar você vai começar a notar que a dificuldade em se vestir aumenta. Pode apostar!

 

Um último benefício do detox: perceber o que, DE VERDADE, está faltando no seu guarda-roupa. Quando você tira da frente o que já não usa, consegue também notar o que te faz falta, mas por ter um guarda-roupas abarrotado, você nem percebia. Por exemplo: depois de fazer o detox, você percebe que seu guarda-roupas ficou sem muita cor. Se isso pra você for algo importante, pode anotar na sua listinha de desejos: peças coloridas.

 

Ou peças de alfaiataria. Ou roupas mais despojadas. Ou peças específicas: camisa fluida azul, calça pantalona vermelha, bermuda jeans rasgada, sapato de salto de oncinha... tudo vai depender do seu estilo pessoal, do seu estilo de vida, das peças que você já tinha, das que saírem no seu detox e do seu Guia de Assinatura de Estilo.

 

E a gente garante: a sensação de alívio depois de finalizar o detox é algo maravilhoso. Parece que tudo passa a fluir melhor, fora a a delícia que é ver todas as suas roupas cabendo lindamente no seu guarda-roupa...

 

Semana que vem continuamos esse papo, falando sobre a etapa mais temida da consultoria de estilo: a de experiência em lojas :-)

 

Spoiler: a gente garante que não dói e que é bem divertida... rs.

 

 

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Posts Recentes

December 13, 2019

November 22, 2019

November 1, 2019

Please reload

Arquivo