A primeira impressão é a que fica?

July 24, 2017

Sabemos que essa frase não é 100% verdadeira – pois todos podemos mudar a opinião eventualmente errada que outra pessoa pode ter feito da gente num primeiro momento.

 

Mas a verdade é que pode ser que essa segunda oportunidade não aconteça.

Por isso, por que não deixar a sua roupa falar sobre você? Isso pode te poupar momentos preciosos...

 

Além disso, uma pessoa feliz com sua imagem é mais segura de si e comunica isso sem esforço. E esse trunfo, profissionalmente falando, pode ser o diferencial de um profissional.

 

Seja numa entrevista de emprego, seja numa apresentação para um possível cliente ou até em eventos corporativos em que você vai ter uma chance de dar aquela guinada na sua carreira - pleitear uma promoção, um intercâmbio, ser eleito para liderar um projeto importante – você pode fazer com que sua aparência trabalhe a seu favor e transmita ao seu interlocutor as mensagens que você quer que ela transmita.

 

Por mais que seja fundamental respeitarmos as diversidades e a liberdade de cada um, fato é que o dress code corporativo existe. E ele existe para que haja previsibilidade e conforto visual no ambiente de trabalho, deixando o foco desse ambiente exatamente para o trabalho que está sendo feito.

 

Normalmente, quanto mais sério for o trabalho que está sendo executado em determinado ambiente de trabalho, mais formal ele vai ser e, portanto, mais rígida essa regra de previsibilidade e conforto visual – o dress code.

 

Atualmente já existem diversas empresas que prezam mais pela liberdade individual do que pela rigidez no dress code. Mas isso não significa que dá pra ir trabalhar com a roupa que eu quiser – leia-se: a que usei no churrasco da galera no final de semana passado.

 

É importante, mesmo em ambientes mais democráticos, nos atentarmos a alguns detalhes, e esses detalhes variam de local para local e é aí que a gente entra.

 

Entendemos missão, visão e valores de cada empresa que nos contrata, conversamos com o RH e mostramos aos funcionários formas de traduzir, no vestir, seu próprio estilo pessoal. Nós também os ensinamos a refletir diariamente e, assim, conseguir conciliar seus gostos pessoais com a formalidade e valores importantes para a empresa para a qual eles trabalham.

 

Quando quem nos contrata é o funcionário, fazemos o mesmo, mas focando especificamente no estilo pessoal do nosso cliente e o ensinamos a conciliar seu estilo pessoal com o seu ambiente de trabalho usando as peças de roupa que ele tem em casa.

 

Fazemos tudo isso apresentando os conceitos de previsibilidade e conforto visual e provamos que você não precisa se fantasiar de alguém que você não é para estar adequado ao seu ambiente de trabalho 😊

 

 

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Posts Recentes

December 13, 2019

November 22, 2019

November 1, 2019

Please reload

Arquivo
Please reload

Procurar por tags